CAMINHOS POSSÍVEIS PARA UM ENSINO DE GRAMÁTICA

  • Lília Santos Abreu-Tardelli Universidade Estadual Paulista
Palavras-chave: Gramática e ensino. Atividades didático-pedagógicas. Formação inicial.

Resumo

Este artigo é um relato de experiência sobre a formação inicial em uma disciplina do 1º ano de Letras de uma universidade pública paulista que visa a abordar a gramática sob três aspectos: o ensino da gramática tradicional, a conscientização da polissemia do termo gramática e a introdução à prática dos futuros professores de língua portuguesa sobre o ensino da mesma. O trabalho está pautado em uma abordagem teórico-metodológica que compreende a atividade docente como uma atividade complexa, inserida em um contexto socio-histórico e de ensino específico e voltada a vários polos: seu objeto, os “outros” com quem o professor dialoga durante sua atividade de trabalho e os instrumentos que utiliza (MACHADO, 2010). Este artigo analisa um desses instrumentos: as atividades didáticas elaboradas pelos alunos sobre diferentes tópicos gramaticais. Essas atividades apontam avanços na formação dos alunos pois evidenciam: uma compreensão sobre o ensino da gramática para além da visão normativa, a busca de textos autênticos para a elaboração de atividades didáticas e a importância da gramática para uma melhor leitura do texto.

 

 

Biografia do Autor

Lília Santos Abreu-Tardelli, Universidade Estadual Paulista

Área de atuação: Linguística Aplicada

docente do Departamento de Estudos Linguísticos e Literários da UNESP - Ibilce

docente do Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos 

Publicado
2017-06-11
Seção
Convidado Internacional